7 de agosto de 2010

Ser caloiro tem (tinha) destas coisas #4

1 ano passou...

Ficou para trás:
Fisiologia I, um apartamento com muitas memórias e um batôn do cieiro perdido numa grande noite

Doeu, mas valeu (tão) a pena: Praxe
Um olhar: O de respeito, de caloiros perante Doutores
O melhor: As misturas de gargalhadas
Não houve igual: Rabos McDonalds e 7 Anões
Orgulho: Vestir preto no branco
Agradável: A sexta-feira livre
O número: 227+1
Deixou marcas: Praxe de Curso
Uma palavra: Caloira
Um momento inesquecível: Serenata
Era para repetir: Jantares de Curso
Duas praxes: Cuecas da Obesa+Ovo de Estimação e Tropa de Elite
Admiração: Madrinha e Padrinho
Uma música: “Se eu pudesse voltar, e na ESTSP entrar, faria o mesmo podem crer… E aquele caloiro, eu voltaria a ser (…)”
Vai deixar saudade: Cinzento e Amarelo

Um amor? Cidade do Porto

2 comentários:

  1. é verdade sim, apesar de cidades distintas.
    Também tenho saudades desses meus tempos !

    ResponderEliminar